navegar pelo menu
26.3.18

Segue o seu fluxo, mana

ciclo, sagrado feminino, jacqueline secor, ilustração, art

Eu tenho um fluxo. Você tem um fluxo. Parecidos? Talvez. Mas não são iguais. 
Cada uma de nós tem um corpo, certo? E cada corpo se comporta de uma maneira referente a alguma coisa: algumas pessoas gostam mais de sol, outras de chuva, algumas pessoas têm alergia a mosquito, outras nem sentem. Você pode encontrar alguém que compartilha com você alguma particularidade mas a individualidade ainda continua lá. Cada uma do seu jeito, a sua maneira e com reações diferentes.

Com nosso ciclo não poderia ser diferente. E, sim, temos um ciclo, cada uma de nós! E surprise: ele não é feito só de menstruação. Eu sei que você ficou surpresa. Ficou, não ficou? Isso é um pouco triste, não acha? Convivemos com nosso corpo desde que nem tínhamos nome, passamos por várias dificuldades juntos, mudanças, relacionamentos, brigas, quedas... Mas, mesmo assim, ainda não o conhecemos direito. Frustrante, eu sei!

Como cada uma tem um ciclo, fica difícil ir datando por tabela fixa a nossa menstruação. E desse jeito, você só está prestando atenção ao fim, ou início, do percurso. E o caminho? Ele é muito importante e quem disse isso realmente estava muito certo do que estava falando. Prestar atenção no caminho do seu ciclo lhe possibilita acompanhar em tempo integral o que está acontecendo com seu corpo, sem aquela sensação de que tem algo errado se ele fugir do padrão (nosso corpinho não sabe o que é isso, recomendo também que sigamos o exemplo dele).

ciclo, sagrado feminino, duvet days, ilustração, art

Como identificar cada período do ciclo?

Eu sei que existe uma tabela fixa, como falei ali em cima, mas às vezes o nosso corpo não se adapta  a essa tabela e tudo bem, nosso corpo não precisa funcionar como uma tabela fixa, mas você precisa entendê-lo. Quer dizer, se quiser mas recomendo. Às vezes ele te diz coisas e você precisa escutar. Para escutar, é fácil, é só prestar atenção ao seu fluxo contínuo de todo santo dia, ou seja, calma que todo dia você tem uma chance de entender o seu corpinho. Vai dar certo!

Para acompanhar, você só precisa saber que seu corpo passa por quatro períodos durante o ciclo, o mais conhecido deles: menstrual. Mas vamos começar do começo:

  • Folicular: período no qual é liberado o Hormônio Folículo Estimulante (FSH). Começa logo no primeiro dia da menstruação. Esse hormônio vai produzir os folículos no ovário.
    • Como saber se estou no período folicular? Depois que o sangue acabar, é o período onde a calcinha fica mais limpa e a área da genitália fica mais "seca".
  • Ovulatório: onde um dos folículos vai ser o mais forte para dar origem ao óvulo. Isso tudo com ajuda do Hormônio Luteinizante (LH).
    • Como saber se estou no período ovulatório? Talvez seja o mais fácil de identificar pelo aumento da libido (!), mas se for uma pessoa como eu, que quando fica estressada e preocupada não sente libido nenhuma, você pode se atentar à sua calcinha novamente. Vai estar saindo o famigerado muco, nessa fase ele parece mais uma clara de ovo bem consistente. A temperatura do corpo também aumenta mas é bem sutil.
  • Lúteo: de forma simples, nesse período é formado o corpo lúteo nos ovário a partir do folículo, enquanto o óvulo está nas trompas. O corpo lúteo é responsável por produzir o estrogênio e a progesterona que, juntos, auxiliam para a melhor recepção do possível feto no endométrio.
    • Como saber se estou no período lúteo? Embora esse nome seja novo para mim (acho que para você também), é bem fácil de sacar quando a gente está passando por ele. Normalmente é a fase que eu fico mais nervosa e estressada, se você não sente isso, olhe para a sua calcinha novamente, agora o muco não é mais uma clara de ovo, na verdade ele forma gruminhos brancos.
  • Menstrual: como a progesterona inibe o LH, com o tempo o corpo lúteo começa a involuir, parando a produção de estrogêneo e progesterona e fazendo as paredes do endométrio desabarem, vindo assim, a menstruação.
    • Como saber se estou no período menstrual? O mais temido de todos e que a gente (eu, pelo menos) às vezes nem sabe quando ele começa e quando ele acaba. Ele começa no primeiro rastro de sangue e termina quando para de descer um sangue vermelho vivo (mas isso não tem muita utilidade no ciclo). Agora você também sabe c:

ciclo, sagrado feminino, layse almada, ilustração, art

Saber exatamente quando o ciclo começa ajuda na distinção dos outros períodos, assim não aparecem eventuais "surpresas" durante o mês. Seguir o próprio fluxo é um pouco difícil no começo mas depois se torna mais fácil que identificar uma gripe. 
x
A percepção de cada período trás consigo um auto conhecimento que foi deixado há muito para trás. Esse entrar em contato com nosso próprio corpo é importante no sentido de se ver como mulher (de verdade, não inflável) e que o que era antes imperfeições é, na verdade, o jeito certo de ser. Assim dá para saber se tem uma dor diferente, mais forte ou fraca, se a cólica está vindo, se tem cólica durante o ciclo, a quantidade de fluxo durante a menstruação... Tudo isso tem a ver com os dias antes mesmo da menstruação chegar. Preste atenção e siga o seu fluxo, mana. Se você gosta do método da tabela, e dá certo para você, segue a vida com o seu bem estar porque é isso que importa!

Me conta aí se pude ajudar de alguma forma ou se você acompanha seu ciclo de outra forma. Vamos trocar figurinhas ^-^

ps: Não sou médica e nem nada, isso é apenas uma troca de informações baseada nas minhas experiências.

*Crédito às imagens:

3 comentários:

  1. Que amor <3
    Felizmente, nunca tabelei nem acabei mexendo no meu ciclo com as famosas bombas de hormônios (parte disso por causa da falta de informação e criação conservadora que recebi), mas, mesmo acompanhando páginas e blogs sobre o sagrado feminino atualmente, ainda ando muito perdida nisso de entender meu ciclo
    Parece que nenhuma das descrições das fases do ciclo se encaixa certinho com o meu, então vou pegando um pouquinho aqui, um pouquinho lá, e tentando entender melhor meu corpinho
    Muito obrigada por compartilhar todo esse amor e auto conhecimento, mana <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo você, Sara, tudo bem não entender, se você se sente bem assim. Recomendo muito a tentativa mas só se você ficar bem com isso e, sim, leva tempo, então não se sinta culpada de nadaa, viu?
      Muito obrigada pelo carinho, fico muito feliz que tenha ajudado de alguma forma <3

      Excluir
  2. depois de um escorregão involuntário, e que não foi com quem seria admissível de acontecer, comecei a ler mais sobre, e até uso um app (cheguei a usar 3 ao mesmo tempo) para anotar minhas mudanças de muco, não muco, etc. se chama flo, e eu ainda não estou inteirada do assunto mas soube entender tudo no seu texto, obrigada! qualquer novidade vamos nos falando. é muito importante cuidar de nós mesmas. e ah, vc que tem a sorte de não estar em São Paulo, a vacina contra HPV no teu estado provavelmente está disponível para a tua idade. tome-a! infelizmente vivo numa região ignorante onde limitaram a crianças de 14 anos, sendo que toda mulher e homem precisam se previnir. vai entender.

    beijo e obrigada pela informação!

    ResponderExcluir

Oi, obrigada por vir e volte mais vezes ♥

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial