navegar pelo menu
29.1.18

Quando eu parei de comer carne

Faz alguns meses que parei de comer carne e um pouco menos que decidi começar a transição pro veganismo. Tirei a carne como quem tira um sutiã depois de um dia inteiro muito cansativo e suado. Do nada e com direito a um suspiro de alívio, porque parecia que algo estava errado, não devia mais estar ali, só me incomodava.

Tirei mas ainda fiquei comendo ovo, não sentia falta de leite mas comia os derivados. Meu namorado não contestou mas achou que seria uma fase (ele me confessou depois). Ficou preocupado com a quantidade de nutrientes que meu corpo iria receber, principalmente porque foi uma coisa muito rápida e ao mesmo tempo orgânica para mim. PAH! Parei de comer carne! 

Comprou várias verduras, ovos e queijos. Depois ele teve que comer os ovos e os queijos sozinhos pois meu organismo não os aceitavam mais. 

Depois de alguns dias de reflexão vi que podia fazer mais. Esse mais também me faria bem. E foi como um banho gelado cheio de sabonete cheiroso, eu iria ficar limpa e ainda iria mudar o aroma da casa inteira. Estava abrindo mão do que não acreditava e essa é uma das melhores sensações que podemos sentir.

Foi assim com a carne também. Antes de eu finalmente tirá-la da minha alimentação, eu já não estava me alimentando direito. Eu não sentia mais prazer com aquilo, não sentia como se estivesse me deixando forte, sentia enjoos e  o que entrava pela minha boca mal tinha gosto. É claro que a essa altura a ideia do vegetarianismo já estava rondando minha cabeça. Mas eu ainda dizia "ah isso eu não conseguiria de jeito nenhum" para o veganismo, como muita gente diz para o vegetarianismo, paguei pela minha boca, todo mundo pode pagar.

Agora sigo na transição. Acho que é uma transição para a vida inteira porque todo dia a gente descobre um jeito diferente de diminuir a marca que deixamos nesse mundo. Também fazemos parte desse mundo e essa marca também é em nós, mas a gente não percebe isso. A gente sempre acha que o outro está muito distante. Acontece que o outro é nosso vizinho, qualquer som mais alto atrapalha, tira o sono, impede que ele trabalhe direito no dia seguinte e trate os clientes bem, impede que os clientes tenham recebido um sorriso e saído dali satisfeitos... É muito mais "nós" do que "os outros" nesse caminho cheio de verde que escolhi trilhar ~ e recomendo.


12 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, acabei apagando seu comentário sem querer aaaaaaa mas antes de apagar eu li. Que bom que vc conseguiu por um mês, eu tentei uma vez antes e só consegui uma semana. Agora a ideia pra mim parece irrefutável, acho que por isso consegui. Quando uma coisa só parece certa pra nós de um jeito, o definitivo não é assustador <3

      Excluir
  2. Olá, muito bom seu blog ;)
    Já estou te seguindo!
    - https://tavaresplugado.blogspot.com.br/

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Babe, parabéns pelo o seu novo estilo de vida. Acredito no bem que isso irá fazer para o seu organismo. É uma pena que eu não tenha essa força de vontade :/

    Beijos, Bru
    Supimpa Girl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fez muito bem mesmo.
      Que isso, qualquer pessoa pode conseguir se realmente acreditar naquilo, Vi <3

      Excluir
  4. Cada dia visito blogs e a cada dia encontro pessoas que são ou estão se tornando veganas. Eu fico tão feliz, a quantidade de gente criando essa consciência está crescendo cada vez mais e me dão mais força. Sou vegana há quase 4 anos. Seja bem-vinda e o planeta e os animais agradecem <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau! Quatro anos!
      Para mim já tá sendo fácil, imagina para você que já faz tanto tempo haha Obrigada, foi a melhor decisão :3

      Excluir
  5. Eu amo me sentir mais limpa e pura depois que mudei para o veganismo também. É uma sensação de esperança mágica.

    ResponderExcluir
  6. Eu tentei parar de comer carne uma vez, mas sou muito magra e pequena e comecei a me sentir mais fraca do que já era. Tentei tomar vitaminas e todo o tipo de coisa, mas não funcionou. Voltei a comer carne e meus exames voltaram a serem bons. Acho que isso não é para qualquer um não. Eu adoro os animais e gostaria de ajudar eles, mas não posso sacrificar a minha saúde para isso, pois assim não consigo ajudar ninguém.
    É bom ler sobre pessoas que conseguem fazer os dois (ajudar sem se sacrificar), mas eu não consegui =(
    Beijinhos

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nanda, sou pequena e magra e não deu problema para mim. Acho que é necessário comer variadamente, procurar dicas na internet pode ajudar, mas o essencial é procurar um nutricionista, ele iria te ajudar a passar por isso! Não desista, eu tentei a primeira vez mas sentia muita fome porque não procurei colocar outros alimentos na minha dieta, simplesmente tire a carne e segui a vida, assim não dá certo mesmo...

      Excluir

Oi, obrigada por vir e volte mais vezes ♥

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial