navegar pelo menu
25.12.17

Coisas que aprendi sobre o natal

Sei que tem muita gente que, assim como eu, foi perdendo aquela ligação e noção festiva com o natal. Vou listar aqui algumas coisas que aprendi sobre o natal e você diz se se identificou e me conta o que achou.

Papai Noel é, na verdade, São Nicolau 

São Nicolau é o santo padroeiro da Rússia, da Grécia e da Noruega. Ele não tinha essa imagem como o vemos hoje, ele acabou mudando pelas propagandas da Coca Cola. Pois é, capitalismo! Ele era conhecido por ser bom com crianças, com os pobres e foi o primeiro santo preocupado com a educação e formação das crianças e mulheres. Clement C. Moore escreveu, em 1823, um poema para suas filhas chamado "Uma visita de São Nicolau", uma senhora ficou sabendo do poema e o publicou no natal do mesmo ano sem mencionar o autor, só depois que ele foi reclamar autoria. Desde então você pode ver a proporção que isso tomou com neve, pinheiros, rena e tudo o mais.

As pessoas só se amam nessa data?

Aparentemente, existe uma certa obrigação para com as pessoas em volta, mas só nessa data. No Natal todo mundo se abraça, se ama, conversa, se junta na casa da avó, aperta a mão daquele vizinho que vive em pé de guerra, alimenta os pobres (tirando foto pra postar no facebook)... É uma coisa linda. Pena que não dura o ano todo, infelizmente as pessoas sentem fome todos os dias e a paz é necessária em todo tempo.

Isso não vai durar

Só poderia dar nisso. O que é feito por obrigação, é tentado a se livrar na primeira oportunidade que aparecer. No dia seguinte as memórias voltam, aquela paz se dissipa e a pessoa com fome na rua perde o rótulo de ser humano e volta a ser qualquer coisa. Nem preciso falar que com o passar dos anos essas pessoas não vão mais se reunir, né?

E se me descubro não cristã?

Existe um entendimento geral de que todos são cristãos e que, claro, devem comemorar o Natal, visto que representa o nascimento de Jesus Cristo. Acontece que, mesmo criados em seio familiar religioso, depois a gente cresce, se informa, acaba criando as próprias ideias, descobrindo a própria fé (ou não)... E se essa fé não for a esperada? Porque existe uma pressão com isso, né? É lógico que você é cristã! A minha fé é religião e a sua é mitologia, não é assim? E aí, o que é que faz?

Você pode criar seu próprio significado de natal

A gente fica meio triste com tudo isso? Fica. Mas só ficar triste não muda muita coisa. Porque não fazer algo diferente? Porque não se juntar com pessoas que se tornaram sua família? Todas as famílias são importantes, desde a qual nós crescemos até a que nos encontramos em vida. Vamos dar valor para a que nos criou mas sem esquecer da que nos conhece por inteiro, daquelas pessoas com quem podemos ser nós mesmas, que existe uma química familiar, não é só sangue, isso é muito pouco pra formar um vínculo. Se você tiver os dois na mesma família, você ganhou na loteria, aproveite mais ainda. Vamos usar essa data, mesmo que como desculpa, para ficar perto de quem amamos. A vida é tão corrida.

E que tal fazer o natal durar o ano inteiro? Não seria maravilhoso amar o próximo, perdoar, ter compaixão todos os dias? Se não der para ser todos dias, o máximo de dias que der. Um dia é pouco demais para tanta coisa a ser feita.

No mais, Feliz Natal, seja qual for o significado que ele tiver para você!

12 comentários:

  1. São tantas verdades, me identifiquei com tudo! O texto inteiro retrata uma realidade que quase sempre passa despercebida, e sua percepção a respeito desse assunto foi genial. Sinceramente, que mais pessoas possam ser alcançadas, afinal esse texto já é um primeiro passo. Agora é entender e tentar fazer o melhor enquanto vivermos, ser gentil o ano inteiro e não apenas no natal.

    Abraços!

    Simplicidade Doce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Glenda!
      Eu me sentia bem sozinha achando que era só eu ahsuahsu vamos fazer a gentileza, o amor e a paz serem o centro o ano inteiro <3

      Excluir
  2. O natal é a minha época favorita do ano, e para mim não perdeu o encanto, muito pelo contrário, acho que é ainda mais mágico do que quando era criança, porque aprendi a valorizar tudo o que tenho, a minha família, o facto de ter saúde, e tudo o isso faz com que eu aproveite melhor :). Contudo, consigo reconhecer essas verdades. Uma coisa que me irrita imenso nesta época são as pessoas sentirem obrigação de serem simpáticas no natal, e no resto do ano serem más, não ajudarem ninguém... Enfim, o natal devia ser mesmo o ano inteiro.
    Gostei muito do blog, tem conteúdo interessante. Segui :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, mana, que bom que não perdeu o encanto pra você, aproveite mesmo, faz be. Seria ótimo se durasse o ano inteiro, né?
      Obrigada pelo carinho e seja bem vinda <3

      Excluir
  3. Feliz natal, Bru, seja qual for que tu comemora! Que sua mensagem de amor e empatia seja ouvida, do Brasil até a Rússia <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha feliz natal, Lari, tudo de bom para você. Que o amor e a empatia se espalhe por todo canto :3

      Excluir
  4. Oi Bruna! Então já passou o natal né? foi de longe o melhor natal que já passei em toda minha vidinha não muito longa hehe.

    PS: eu estou exaltado com o Papai Noel não ser o Papai Noel e sim o São Nicolau e impressionado com o capitalismo mudando a cultura do pessoal hehehehe.

    Eu tive sorte de sempre comemorar o Natal com quem eu realmente gosto, isso foi uma sorte muito grande na minha vida haha. Mas entendo tão bem esse espirito Natalino de amar todo mundo só um dia e no resto do ano passar odiando, mas fazer o que né? hahah.

    Amei aqui!! Já que o Natal passou, feliz ano novo. E um novo ano super iluminado e de boas pra você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca entenderei, Diogo, espero que evoluamos...
      Obrigada pelo carinho e feliz ano novo, volte mais vezes <3

      Excluir
  5. Oi Bruna!
    Que texto lindo! Para mim natal sempre foi sinônimo de tristeza (perdi meu pai perto dessa data, em 1999). Demorei para perceber isso que você citou: a gente pode criar o próprio significado do natal. Arrumei uma árvore e enfeitei a casa pela primeira vez desde então, no ano passado, e agora eu e meu marido estamos criando nosso próprio natal.

    Feliz 2018!
    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Sora, que história triste com final feliz. Que vocês sempre estejam cheios de amor no natal (e sempre) e que os próximos anos tragam esse feriado mais leve <3

      Excluir
  6. Gosto muito dessa época, porque parece que estamos num sonho e tudo é mágico. Mas só vi verdades no seu texto mesmo.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir

Oi, obrigada por vir e volte mais vezes ♥

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial